quinta-feira, 7 de maio de 2020

Como seria?


Como seria se o coração tivesse voz?
Engoliria a palavra não dita
Ou desmancharia os nós?
Como seria?
Como seria se a vontade tivesse vez?
Faria bem-me-quer, mal-me-quer
Daria passagem ao sorriso?
Ou viveria engessada pelo medo, talvez?
Como seria?
Como seria se o homem perdesse sua altivez?
Viveria encabulado ou viveria mais leve
Celebrando sua vitoriosa viuvez?
Como seria?
Como seria se os sentimentos mesquinhos
Fossem exterminados por sua vil pequenez?
Haveria mais amor no mundo 
ou o ser humano não saberia viver 
sem fazer valer sua estupidez?
Como seria?
Como seria a natureza livre
Sem sofrer o medo da escassez?
Demoraria de se recompor 
Ou veria os pássaros cantarem hinos
As plantas voltarem ao verde
Os rios correrem com rapidez?
Como seria?
Nós rodamos o mundo
Buscando resposta 
Para conhecer o algoz
Encontramos a alma 
Gritando socorro
Quase sem voz
Padecendo suas dores
em sofrimento atroz
Pintamos de cinza o azul do céu
Sem conseguir ver beleza
no tempo que corre veloz
Tentamos em vão pedir licença
Para acabarmos com o frio que existe
Quando nos encontramos a sós.
A sós dentro de nós.

Liz Midlej


Nenhum comentário:

Postar um comentário