sábado, 10 de junho de 2017

Beleza que (re) nasce



Frente a tanto barulho 
Nesse mundo de poucas certezas
Que você permaneça, 
Que inteiro seja.
Que a mudança chegue,
Mas que você não esmoreça
Pois o que a gente leva dessa vida
É coisa simples e tem delicadeza
É saber esbanjar alegria
Mesmo dentro da maior tristeza
É saber estender a mão
Quando a história é de muita dureza
E se você souber dizer, me diz
Apesar das rugas do tempo
Como ser dono de tanta beleza!

Liz Midlej
*Para mais um ano de vida de irmão amado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário