terça-feira, 21 de março de 2017

Que seja do jeito que for


A vida é uma coisa estranha
Ora esquenta, ora esfria
Ora se perde ou se ganha
Ora é tristeza ou folia
Ora tudo se emaranha
De tanto nó que ela cria
Mas depois vem, nos apanha
Em rimas de fantasia

E estes pequenos segredos
É que nos faz não ter medo
De renascer a cada dia.

Jenario

Nenhum comentário:

Postar um comentário