quinta-feira, 30 de março de 2017

Poetiza(r)


Nasci banhada em poesia
É isso ou não sei explicar
Vejo beleza nas coisas simples
Em gente que sorri com o olhar
Um dia a poesia me libertou
Sem grilhões, aprendi a voar
Voo alto, sem medo de mundo
O que eu desejo, ninguém pode dar
Viajar nas palavras que navegam
Feito barco que desliza no mar
Quem quiser conhecer o caminho
Lápis e papel na mão
Liberdade ao pensamento
Para beleza expressar 
Cresci moldada com poesia
Por muito tempo tentei negar
Por medo de mostrar o que sinto
Mas a poesia não me deixou calar
Então registro gritos em versos
Sem medo da tal rejeição
Vou em busca do sim
Pois a princípio já tenho o não
Vivo e respiro poesia
E na poesia encontrei meu lugar
Se existe um sentido pra vida
É o poeta quem deve guiar.

Liz Midlej

Nenhum comentário:

Postar um comentário