terça-feira, 25 de outubro de 2016

Grilhões Partidos


Há dias em que nos sentimos felizes com nós mesmos. Felizes por conquistas pequenas, coisa pouca, significado maior.

São pequenas superações. A coragem de sair, arriscar, quebrar a casca do ovo, ir ver o mundo lá fora, ver se ainda vale o acordar.
E quando sentir que chega hora de decisão que faz ser gente maior do que é, pensar maior, sentir maior e descobrir que precisa se livrar de correntes imaginárias e ir?

Tem que conferir, viver, se deixar levar, mesmo sem saber do que vem pela frente. Feito entrar no cinema sem ler a sinopse do filme só pelo sabor de surpresa.

Ser Humano é assim. Meio medroso, meio cético. E se..? E se...? Mas a vida não quer nem saber do medo. Ela empurra, provoca o tempo todo a sair do quadrado e diz que ter só vontade é pouco.

A vida é bem sabida. Dá um monte de bons momentos, mas exige amor próprio e muita coragem pra desfazer as amarras dos modelos mentais estereotipados.
E no final, mesmo que o sujeito bata o pé na teimosia, um dia aprende a ter certeza de que pode muito. Pode mais.

E quer saber?
Sem medo, vamos lá fazer o que será!

*Liz Midlej*

Nenhum comentário:

Postar um comentário