quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Os quintais


(...) Tenho um corpo desse agora
e um sopro que ainda respira
mas meu coração vai mundo afora
na criança ainda se inspira.
Sonhos de vida inteira
não se trancam à espera do fim
escalam muros, pontes, vão até na rabeira, 
plantando flores num imenso jardim.

Mari Antunes
(Trecho do poema "Os quintais")

Nenhum comentário:

Postar um comentário