quarta-feira, 9 de abril de 2014

Paisagem do interior


A poesia matuta já é um estilo consagrado da literatura brasileira.  Nomes como Patativa do Assaré, Catulo da Paixão Cearense e Zé da Luz são conhecidos em todo o país como os principais representantes do gênero. Um pouco menos famoso que os três, mas podendo ser considerado tão importante quanto, é Jessier Quirino, poeta paraibano que vem se destacando por seu estilo humorístico. 

O mote é “isso é cagado e cuspido paisagem do interior”. A expressão cagado e cuspido é bastante conhecida nossa. Ela é de origem ibérica e vem de esculpido em Carrara usada para indicar pessoas de fisionomias parecidas ou com notável semelhança física. 

Por aqui já teve outra pérola de Jessier Quirino. Uma paródia feita por ele do poema "vou-me embora para Pasárgada" de Manoel Bandeira que, sob sua genialidade se transforma em "vou-me embora pro passado". Confira aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário