terça-feira, 18 de março de 2014

O quereres

Chapada dos Guimarães - MT

Onde queres revólver, sou coqueiro
E onde queres dinheiro, sou paixão
Onde queres descanso, sou desejo
E onde sou só desejo, queres não
E onde não queres nada, nada falta
E onde voas bem alto, eu sou o chão
E onde pisas o chão, minha alma salta
E ganha liberdade na amplidão

Onde queres o ato, eu sou o espírito
E onde queres ternura, eu sou tesão
Onde queres o livre, decassílabo
E onde buscas o anjo, Sou mulher
Onde queres prazer, Sou o que dói
E onde queres tortura, mansidão
Onde queres um lar, revolução
E onde queres bandido,
Sou herói...
Caetano Veloso

Nenhum comentário:

Postar um comentário