sábado, 9 de novembro de 2013

Ousadia. Ousar um dia.


Saiba que você vem sendo um elefante preso por um barbante amarrado em uma pequena pedra, a vida inteira. Saiba que você não conhece 10% do seu potencial. 

Quando pequeno te ensinaram uma porção de coisas - e sim, foi na melhor das intenções. Mas tudo o que te disseram penetrou fundo na sua carne e na sua alma, e te deu uma certa ideia de identidade. "Isso é possível, aquilo é inviável", você repete pelo mundo, sem se dar conta de que as crenças com as quais te alimentaram a vida toda refletem apenas o sistema de crenças DO OUTRO!

Talvez você venha percebendo, apenas agora, que vem reagindo há mais tempo do que pode imaginar e, na verdade, pouquíssimas foram as vezes nas quais você realmente agiu. 

Talvez não: talvez você ainda aponte o dedo para o outro, talvez você ainda responsabilize o outro pela sua dor, talvez você ainda ache que é o outro que te impede, e não seu próprio sistema de crenças. 

Talvez você seja como o elefante que, quando muito pequeno, foi amarrado a uma pedra pequena com um barbante, tentou se soltar e não conseguiu. Independentemente do que você acredite: você não faz a menor ideia do seu verdadeiro potencial. 

E se fizesse? E se pudesse? E se ousasse?
**
Dedicado a Gabriel Ralin pela árdua conquista de hoje. A lição que fica é que quando você vence a si mesmo estará vencendo seu maior adversário. Parabéns!

Nenhum comentário:

Postar um comentário