quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Há ferrugem quando a fé ruge

Quando há ferrugem, no meu coração de lata
É quando a fé ruge e o meu coração dilata


Parece que enferrujou,
A bala perdida que me alcança
A ferradura que me calça,
A alça, a lança tranca,
A resistência necessária







Oxidou,
A ponte, a fonte,
A chance de fundir o que rachou
E difundir pra gerações
A demanda do mundo é amar!

|O Teatro Mágico|
Quando a fé ruge (DVD Recombinando Atos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário