sábado, 7 de setembro de 2013

Porque a vida é um presente, não importa o laço.

Conhecer você foi um presente
Numa caixa inocente
Que a vida me entregou.
Certas coisas que a gente sente
Simplesmente, de repente,
Não são coisas,
É amor.
(Victor e Léo, em Altas Horas)




Olhar para trás e enxergar um passado. Relembrar os passos ao longo do caminho. Ser testemunha de tantos acontecimentos. As sementes que deram flores. Os espinhos que calejaram os pés. A imaginação preenchendo as lacunas da memória. Há um corpo perdendo a vivacidade. Há mais dias idos que dias vindouros. Há mais partidas do que chegadas. Há mais saudade do que espera. Que a vida saiba o momento de retribuir o presente e mostrar com toda a intensidade o quanto tudo valeu a pena.

Cássia Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário