domingo, 7 de julho de 2013

Dia de agradecer.

Se a vida deixou que eu vivesse 42 anos para fazer o plantio e colher o dia de hoje como recompensa, eu digo de coração: Não preciso de presentes caros, nem de festas, nem de viagens. O maior presente que o ser humano poderia ganhar, eu tenho de graça: O carinho, o afeto dos meus amigos, irmãos, pai, mãe, marido, filhas, tias, tios, sobrinhos, sobrinhas, primas e quem mais chegar. Obrigada a todos que me acompanharam nessa longa caminhada. A vida afastou alguns por algum tempo, mas quando há verdade, amor solidificado, há o retorno. E hoje, sinto-me realizada ao perceber esse carinho como algo real...

Termino o meu dia, depois de um concurso e um passeio maravilhoso em Campo Grande, com várias mensagens lindas e telefonemas que fizeram o meu dia mais feliz. Quem precisa de mais alguma coisa? Só tenho a agradecer!


|Liz Midlej|

Nenhum comentário:

Postar um comentário