sexta-feira, 14 de junho de 2013

Mulher balzaquiana


Cheia de vitalidade, independente, cobra do tempo mais morosidade, mas não deixa de levar a vida a mil por hora. Ligada no 220v, determinada e cheia de desejos.
O que te falta? Você está no momento certo, na hora certa de definir como vai escolher passar essa etapa da sua vida com muito mais racionalidade. Relaxa! Tuas escolhas sempre serão contestadas diante do espelho. 
Inconstante? Não! Só não se satisfaz com o momento e busca mais e mais e mais. Deixa o tempo cumprir seu ciclo e te lapidar. Deixe seu olhar percorrer o ambiente por 360º. 
Pare de selecionar porque você já foi escolhida, mas ainda não percebeu. Seja receptiva e dê espaço a si mesma. Esqueça suas dores e as transforme em vivacidade. 
Distância e tempo são os instrumentos de tortura mais cruéis para quem tem pressa. Pare de abraçar o travesseiro e coloque um ponto final nessa rotina de lamurias camufladas por um sorriso. Vem, vem viver mais intensamente.

Extraído de "Contos de Nárnia".

Nenhum comentário:

Postar um comentário