sexta-feira, 17 de maio de 2013

Cacha Pregos - Mar número 01

A partir de hoje o Cheiro do Mar vai homenagear aquele que é o grande motivo da sua existência: o mar e suas belas praias. Infelizmente a tecnologia ainda não proporciona sentir seu maravilhoso aroma mas, as imagens compensam. Falaremos um pouco sobre algumas belas praias do Brasil e do mundo, intercaladamente. Começando por Cacha Pregos na Bahia, pelo seu grande e peculiar significado para mim. Os posts serão numerados para que possam ser melhor acompanhados. 
Vamos curtir essa viagem!


"Há muito tempo eu queria te ver
Demorei muito, mas estou aqui
Nas suas águas mornas eu me entrego
Na praia de CACHA PREGOS eu sou mais feliz

(...) É realmente um visgo pegajoso
Só dá vontade de querer ficar
Só uma coisa aplaca minha tristeza
É a certeza de que vou voltar"

(Letra e música de Celso Ornellas e Marcelo Costa)

Um belo lugar que simboliza a verdadeira paz e harmonia. Diante do mar eu vejo o horizonte. O pôr-do-sol encanta a quem chega pela primeira vez e até mesmo a quem retorna a este lugar. 
Pôr-do-sol em Cacha Pregos by Fernanda Pataro
Cacha pregos é uma pequena vila de pescadores localizada no município de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, no estado da Bahia. A Praia esta localizada do outro lado da ilha de Itaparica em relação à cidade de Salvador. É possível chegar através de uma ponte (Ponte do Funil) que liga o município de Vera Cruz ao município de Jaguaripe no continente, ou tomando transporte marítimo a partir de Salvador e seguindo pela estrada a partir do terminal marítimo de Bom Despacho.


A rua próxima do mar dá para uma praia tranquila, quase sem ondas, pois localiza-se numa grande enseada. Em dias claros é possível avistar a ilha na qual situa-se Morro de São Paulo. Em torno do nome do lugarejo há uma série de curiosidades.

A origem do nome da vila tem relação com a atividade de pesca. Nas proximidades do vilarejo, nas marés baixas formam-se piscinas rasas que antigamente costumavam aprisionar grandes cardumes de peixe-prego. Os pescadores podiam então com facilidade pescá-los, mas não era necessário utilizar anzóis e outros equipamentos. Costumava-se pegar com as mãos. O termo utilizado vem de uma variante local do verbo "catar" utilizada na região: "Cachar". Dizem que as pessoas diziam: Para onde você vai? Vou para o lugar onde dá para cachar peixes-pregos. O uso corrente transformou Cachar Pregos em Cacha Pregos. Ou mesmo, Cacha Prego. Aliás, não é incomum escutar algumas pessoas chamando o lugarejo de Cacha Prego, inclusive em livros (ver: Caminhos de um Aprendiz - Halu Gamashi).

Outra curiosidade é uma expressão popular para denominar um local remoto, talvez inalcançável. Exemplos: Para lá de Cacha Pregos. Depois de Cacha Pregos. Vai ser longe assim em Cacha Pregos. E assim por diante. Muitas pessoas nos diversos estados do Brasil utilizam expressões semelhantes e sequer acreditam que o lugar exista de verdade.

Fonte: Wikipédia, You Tube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário