domingo, 24 de fevereiro de 2013

Canção do exílio


Minha terra tem palmeiras
onde canta o sabiá
as aves que aqui gorjeiam
não gorjeiam como lá

(...) Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que disfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Canção do exílio
Gonçalves dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário