segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Saudade tem nome


Hoje, 28 de janeiro, faz 10 anos que ele se foi. 
A Natureza e os seus mistérios não nos revelaram o fenômeno da vida e da morte. Sobram o amor, a saudade e a admiração perene…
Se ainda estivesse conosco, no plano físico, Wilson Rocha de Almeida estaria completando 90 anos. Quanto à lembrança e às  homenagens, com um ar de ironia às coisas consideradas irrelevantes, ele diria: Quá!
Ficam o registro e a saudade do convívio com um homem de bem.

“Para isso fomos feitos: para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos…
Por isso temos os braços longos para os adeuses [...]” 
Vinicius de Morais

Nenhum comentário:

Postar um comentário