terça-feira, 13 de novembro de 2012

Os filhos não nos pertencem


Vossos filhos não são vossos filhos,
São filhos e filhas da ânsia da vida por si mesma.
Vem através de vós, mas não de vós.
E embora vivam convosco, não vos pertencem.
Podes dar-lhes vosso amor mas não vossos pensamentos,
Pois que eles têm seus próprios pensamentos .
Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas.
Pois suas almas residem na casa do amanhã,
Que vós não podeis visitar sequer em sonhos.
Podes esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós,
Porque a vida não anda pra trás e não se demora nos dias passados.
Vós sois o arco do qual vossos filhos são arremessados como flechas vivas...   Que o vosso encurvamento na mão do Arqueiro seja vossa alegria...

Khalil Gibran
Filósofo e Poeta libanês
**
Ainda na adolescência, frequentando as "Feiras de Ciência, Arte e Cultura" do CEMS em Jequié, conheci essa poesia e me encantei. Hoje, após 25 anos, ela continua atual.
Para os pais que insistem em "prender" os filhos, delineando a vida deles de acordo com suas crenças e experiências vividas, tal qual bonecos de cera... Viva, ensine-os com exemplos e deixe-os viver! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário