terça-feira, 14 de agosto de 2012

Flor de Lis. Fleur de Louis.


A flor-de-lis desperta muita curiosidade a respeito de sua origem e até controvérsias quanto à verdadeira planta popularmente batizada com este nome. É quase impossível precisar a exata origem do símbolo. A única certeza é que seu surgimento data de épocas bem remotas. Sabe-se que a imagem da flor-de-lis foi usada nas armas da França em 496.

O desenho da flor era colocado no manto de reis na época pré-Cruzadas, na indumentária de luxo dos reis de armas, nos pavilhões, nas bandeiras e, ainda hoje, em vários brasões de municípios franceses.

A palavra lis, de fato, é um galicismo que significa lírio ou iris, mas também pode ser uma contração de "Louis", do francês, Luís, primeiro príncipe a utilizar o símbolo (ficando assim "fleur-de-louis", ou "flor de Luís"), representando com as três pétalas, a fé, a sabedoria e o valor. 

Assim, a representação desta flor, e seu simbolismo, é o que os elementos heráldicos (arte ou ciência dos brasões) querem transmitir, quando a empregam sob as mais diversas formas. É uma das quatro figuras mais populares em brasonaria, juntamente com a águia, a cruz e o leão.

Mais à frente, um outro uso para esta flor, muito significativo, foi como simbolo do escoteirismo. O criador deste movimento a usou pensando um pouco em seu simbolo para as cartas náuticas, como uma sorte de rosa-dos-ventos, com uma das suas pontas apontando ao norte. Aparentemente, esta era a direção que todos os escoteiros deviam seguir, a positiva, a que apontava à cima.

Em geral, a flor-de-lis, representa as boas qualidades e bons comportamentos, como a honra, a ética, a cortesia, a lealdade, o amor pelo próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário