segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Brasil-Bolívia: Sem fronteiras

Festa Boliviana hoje na praça em Corumbá

Brasil e Bolívia. São países vizinhos, separados por linhas imaginárias, com costumes e cultura completamente diferente. Mas para quem vive em área de fronteira, sente como se tudo fosse uma coisa só, não fosse as forças armadas o tempo todo a nos lembrar de que estamos em territórios diferentes.

Puerto Quijarro, situada na fronteira com a cidade de Corumbá - MS, é uma comunidade da Província de Germán Busch, no leste do Departamento (Estado) de Santa Cruz - Bolívia. Corumbá acolhe a comunidade de Puerto Quijarro no que tange à saúde, emprego e educação, abastecimento de eletricidade e a circulação entre as duas cidades é livre. 

Hoje se comemora 187 anos da independência da Bolívia. Data histórica para os "Hermanos" do lado de lá. Mas a comemoração acontece de forma latente, do lado de cá. São dois povos, mas que se unificam sempre que é necessário. 

Festa Boliviana hoje na praça em Corumbá.

Este ano, a programação de festejos inova com o Ciclo de Cinema Boliviano que acontecerá no Cine Clube Tuiuiú, localizado no prédio do escritório técnico do Iphan, no Porto Geral. As projeções acontecem numa parceria do Consulado Boliviano e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, sempre a partir das 16 horas, entre os dias 08 e 10 de agosto. As exibições são abertas ao público em geral. 

A parte cultural fica por conta das apresentações de danças folclóricas do país, entre elas, a Morenada, que surgiu da mistura dos índios locais com povo negro que foi levado para Potosí a fim de trabalhar nas minas de ouro.

Também neste mês, a comunidade boliviana realiza uma temporada de festejos para outra santa católica. É a Virgem de Urkupiña, cujas comemorações também ultrapassaram a fronteira e acontecem em vários pontos da cidade de Corumbá, onde os devotos festeiros organizam novenas, missas e procissões dançantes.

Fonte: Midia Max News
Adaptação: Liz Midlej

Nenhum comentário:

Postar um comentário