segunda-feira, 9 de julho de 2012

Forty one



Tanto e tão pouco tempo... um ano é quase nada diante de uma vida inteira planejada diariamente, mas é bastante pra vivenciar, experimentar e compartilhar de tudo um pouco.

Muitos sorrisos, muitos momentos inesquecíveis, muitas receitas novas, muitas lágrimas de felicidade. E do ruim, apenas o suficiente. O necessário. Nem tudo são flores e nem sempre é primavera. 

Um ano bastou pra aprender muito... a felicidade nem sempre é o que nos faz feliz. Estar só pode ser o mesmo que estar bem acompanhado. Podemos ter mais tendo menos. Somos o que fazemos, e não o que fazem por nós. Não somos nada que não podemos deixar de ser. 

Mas a principal lição veio da percepção de que o amor não precisa ser perfeito pra ser maravilhoso. 

Que este seja o primeiro de muitos anos que virão pela frente! 

|Liz Midlej|

Nenhum comentário:

Postar um comentário