quarta-feira, 20 de junho de 2012

Mudanças

Como diz uma amiga: "When was the last time you did something for the first time?"


Quem me conhece, sabe: Eu nunca tive o menor jeito com cozinha. Nunca soube cozinhar e sempre dizia que não levava jeito para a coisa.

Mas a vida, essa mestra invisível que muitas vezes cria a necessidade para que possamos crescer, desenvolver (muitas vezes através da dificuldade e do sofrimento), fez com que eu implantasse mais essa mudança na minha vida (dentre tantas outras).

Não que eu tenha me tornado uma "expert" na cozinha, mas aos poucos, com a necessidade pela falta de mão de obra (os caminhos que a vida nos empurra..) fui observando que cozinhar não tem tanto segredo assim. A maioria dos pratos segue a mesma linha e nós podemos ir criando e diversificando... E aí é que mora o prazer: Inventar, ver acontecer e ainda receber elogios!

Numa dessas minhas incursões culinárias, aprendi a fazer um bolo que é receita criada por minha mãe e é uma verdadeira delícia, dessas de dar vontade de comer todo, num dia só!

A pedidos, envio a receita para perpetuar essa maravilha que é esse bolo integral:

Ingredientes:
01 xícara de óleo de milho ou 04 colheres de sopa de margarina (preferência becel – mais saudável)
04 ovos – gema separada da clara
Claras em neve (dos 04 ovos)
01 xícara de farinha de trigo integral
½ xícara de farinha de trigo branca (industrializada)
02 ou 03 colheres de sopa de linhaça dourada
01 xícara de aveia (pode ser triturada ou não)
02 colheres de sopa de granola (pode ser triturada ou não)
02 colheres de sopa de quinua
02 colheres de chá de fermento
02 ou 03 xícaras de açúcar mascavo
03 bananas da prata
01 copo de suco de laranja
Sementes de gergelim para colocar por cima com canela

Bate a margarina, o açúcar e a gema (sem a clara) até virar um creme (quanto mais cremoso, mais fofo o bolo vai ficar).
Bate no liquidificador à parte a linhaça, a aveia, a granola, a quinua e vai misturando na massa molhando aos poucos com o suco da laranja ou maracujá.
Depois que misturar todas as farinhas, coloca a farinha de trigo e mistura à massa, sem bater. Apenas mistura.
Coloca o fermento com uma pitada de sal.
Mistura as claras em neve na massa sem bater.
Coloca a massa na forma. Se quiser pode intercalar 01 camada de massa e 01 de banana ou pode colocar a banana apenas em cima da massa. Finaliza com canela e sementes de gergelim.
Põe em forno pre-aquecido por aproximadamente 30 minutos.

2 comentários:

  1. Ei Liz, vc virou boa aprendiz!! KKKKK!
    Mas olhe, 3 xícaras de açucar, mesmo sendo do mascavo, fica doce de mais... Duas são suficientes. A granola, a aveia, processadas, deixam a massa mais delicada. Vc colocou que há camadas de bananas da prata cortadas no meio da massa?
    Po último:quem quiser pode pincelar com gema, depois de assado, colocar um pouco de canela e sementinhas de gergelim por cima e deixar dourar mais um pouco.

    ResponderExcluir
  2. Liz, tinha visto o bolo no face, mas agora com a receita fiquei super curiosa. Adoro tudo que tem banana e canela e vou aproveitar para provar e ainda contar para todos que foi criação da minha amiga e comadre. bj

    ResponderExcluir