quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Simples ficar - Simplificar

"O caminho da simplificação é um caminho sem volta. Quanto mais você simplifica sua vida, mais simples quer torná-la, mais coisas e hábitos você descobre que não são necessários para você. E, conforme vai ficando mais leve, de casa, de corpo, de rotina, de espírito, mais se pergunta o por quê de ter escolhido complicar por tanto tempo. [...]

Tenho escolhido passar a maior parte do meu tempo desconectada, produzindo, observando, colocando a leitura em dia, fazendo pão e picolé de manga. Desacelerar minha vida tem sido minha prioridade e a melhor escolha que fiz nos últimos tempos. Correr, passear o cachorro, trabalhar, cuidar do pimpolho, ler, pintar, cozinhar, ver um filme, passar tempo com meu marido. Nenhuma atividade virtual é mais importante do que estas. E não deveria ser para ninguém." 


Ana Elisa G Granziera, trechos de Uma não muito breve explicação
Para ler o texto completo aqui

***
Li isso  e me identifiquei de cara. Por que assim está minha nova vida: DESACELERANDO...
Acordar pela manhã bem disposta, com o cantar do bem-te-vi. Comprar pão fresquinho na padaria e tomar café com calma, sem ter que sair correndo pra pegar trânsito e ir pro trabalho. Ler e produzir no computador quando se tem vontade. Se a casa não está arrumada ao meu gosto, arrumo quando tiver com vontade. Se não quero ir pra cozinha, saio para almoçar em um "self-service". Se preciso sair, saio sem pressa, sem correria. As distâncias agora são curtas. Se minha filha quer brincar, sento no chão e brinco até enjoar. Viver bem e com qualidade.

Devagar. Repensar se estou conduzindo minha vida da melhor maneira possível. Esse é o meu momento.

2 comentários:

  1. Liz, desacelerei a minha vida um tempo depois da aposentadoria e após cumprir, o papel de filha e irmã, cuidando dos que precisaram de mim. Depois desse tempo, decidi que não teria pressa para nada. As filhas criadas, vida profissional concluída com prazer, havia chegado o meu momento.Por isso, hoje posso desfrutar desta temporada em Lisboa, enquanto meu marido faz o doutorado. Muito lindo o texto e que aproveite muito bem esta nova etapa com sua família. Felicidades. bj

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo o seu texto... daqui, saudades de vocês. Aliviadas, sem angústias, por sabê-los bem!
    CARPE DIEM!!
    Muitos beijos.

    ResponderExcluir