quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Entrelaçadas redes


Já é tema recorrente e até virou lugar comum, todos os veículos de comunicação divulgarem incessantemente o novo vício mundial, que são as Redes Sociais. Mas a cada dia esta mania entra mais e mais na vida da comunidade e torna-se quase impossível não falar dela. Não se pergunta mais o endereço físico do cidadão, seus dados pessoais e sua descendência como era no meu tempo. Hoje pergunta-se: você tem Facebook?

Se perdeu no tempo e na memória a velha carta escrita à mão e postada no correio, assim como perdeu-se a privacidade.
O mais interessante na rede, é que perder a privacidade é questão de necessidade e cobrança da sociedade: você ainda não tem um Facebook?

Alex Morais
Para ler o texto completo aqui
Fonte: Jornal Pauta

***
E em um tempo não tão distante assim, para saber notícias "quentinhas" de amigos de outras cidades, eu tinha que fazer amizade com o carteiro para ele 'agilizar' a entrega das minhas cartinhas... Tempos de pouca exposição da vida íntima e mais qualidade nas relações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário