sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Rio e me sinto mar


Uma das mais saborosas sensações de liberdade que eu conheço é flagrar meu coração feliz sem precisar de nenhum motivo aparente. De vez em quando, a mente, que tantas vezes mente, me permite lembrar que essa felicidade essencial está o tempo todo disponível, preservada, por trás das nuvens que a negatividade infla. 

Rio e me sinto mar.

(Ana Jácomo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário