domingo, 31 de julho de 2011

Tempo, tempo, tempo

Para a poetisa Ana Jácomo, que me levou a sentir pela primeira vez o que diz essa canção, depois de tê-la ouvido tantas vezes sem vê-la, como acontece com tantas outras coisas.
  

"(...) Ainda assim acredito
Ser possível reunirmo-nos
Tempo tempo tempo tempo
Num outro nível de vínculo"

(Caetano Veloso)

Nenhum comentário:

Postar um comentário