sexta-feira, 17 de junho de 2011

Porque a alma pede...

Foi então que eu disse a ele que as coisas ficavam mais bonitas depois que ele olhava. Porque ele tem um olho no coração. Que não sente, nem sabe que tem, mas que enxerga a vida de um jeito puro.

E a gente ri de coisas sem saber porquê, que nem têm graça nenhuma. Foi então que pensei em voz alta: 'A boca é quem menos fala nessas horas, né?' Só os olhos se comunicam e o pensamento grita com voz de criança outra vez.

E a gente vai assim, brincando de sorrir dos versos trocados e das coincidências combinadas. Vai passando a limpo a vida, passeando na luz pra entender melhor as sombras. Brincando de roda, tomando banho de chuva, rindo por tudo o que a gente sabe e pelo que não sabe também.

A gente sorri de verdade, não porque a gente gosta, mas porque precisa.
A gente sorri só porque a alma pede

(Vanessa Leonardi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário