sexta-feira, 27 de maio de 2011




Impossível devolver a linha ao novelo 
depois que a consciência já teceu novos caminhos.

[Ana jácomo]

Nenhum comentário:

Postar um comentário