sábado, 2 de abril de 2011


Tem coisa que não volta, por mais que a gente queira.
Você pode até tentar voltar o disco, repetir a música, insistir na letra, cantar o mesmo refrão por mil e um minutos, fechar os olhos.
Tem sentimento que não volta.
Mesmo que você se esforce, recorde, tente voltar a página, refrescar o coração.
Alguns sentimentos são bem pontuais: chegam, esperam pra ver se devem ficar e decidem partir ou continuar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário