domingo, 3 de abril de 2011


Tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que sinto medo e felicidade amarela.
Descobri ontem que amarelo é cor de gente poderosa.
Recebo um abraço manso que me diz ‘só vejo ipês amarelos ao teu redor’.
Foi bom deveras.
E é tudo tão novo, cansativo.
Mas é tanta vontade de ser melhor que os dias passando em amarelo mal cabem em letras e uma festa no peito.
Que sou forte, mas não sou de ferro.

(Vanessa Leonardi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário